HORÁRIO DE MISSA

 Domingos às 09h00  e as 19h00

CATEQUESE

Sábado das 16h00 as 17h00

(Sementinha, Eucaristia e Crisma)

 

ADORAÇÃO

Terças às 19h30

Nossa História

A Capela São Benedito, localizada no bairro Boa Esperança, é uma unidade eclesial pertencente à Paróquia Nossa Senhora da Guia, localizada no Coxipó, em Cuiabá/MT.

A construção da Capela é uma bonita história que se iniciou em 1970. 

Na época, Edgar Vieira e sua esposa Ana, proprietários das terras onde atualmente é o bairro Boa Esperança (antes denominado Vila Boa Esperança), resolveram construir uma Igreja em homenagem a São Benedito, Santo da Igreja Católica de quem se faziam devotos fervorosos. Decididos, começaram a construção da Capela.

O engenheiro Lauro Mendes Filho, que, aliás, acabou sendo o primeiro rei da festa de São Benedito do bairro Boa Esperança, acompanhou a construção da Igreja, e, presenciou, ainda, o trabalho de um argentino que colocou os vidros nas paredes, coisa digna de um artista.

O terreno e o prédio foram entregues à Mitra Arquidiocesana de Cuiabá 6 anos depois, no dia 11 de outubro de 1976. A Mitra Arquidiocesana era representada pelo então Arcebispo Metropolitano de Cuiabá, Dom Bonifácio Piccinini, hoje Arcebispo Emérito.

“Seu” Edgar Vieira (in memoriam) e “Dona” Anita, como sempre foram chamados pelos amigos e pela vizinhança, eram devotos incontestáveis de São Benedito, e, como tal, frequentadores assíduos da tradicional festa do Santo na “Paróquia do Rosário e de São Benedito”, localizada no Centro de Cuiabá. Ao fim dessa tradicional festa era comum a apresentação dos festeiros do ano seguinte. Para que os festeiros antigos se confraternizassem com os novos, outra reunião, em ritmo de festa, era feita com as sobras do grande festejo de São Benedito no quintal da casa de “Bembem”, famosa cuiabana. E foi então que nasceu, por sugestão do Padre Teodoro, a ideia de se transferir essa reunião para o bairro Boa Esperança, o que se tornaria, anos depois, a festa da Capela.

A iniciativa de financiar uma festa na Capela do bairro Boa Esperança para a comunidade local, partiu do próprio Edgar. Ela seria anual, constituída por procissão, Missa e almoço gratuito e deveria ser realizada no domingo seguinte ao término da festa do Centro.

A festa da Capela começou, então, a contar não só com a participação dos moradores do bairro Boa Esperança, mas também a receber moradores dos bairros vizinhos, e assim foi crescendo. Hoje, a festa é conhecida em toda a cidade.

Durante a festa de São Benedito de 1980, Edgar comentou que desejaria que para o próximo ano houvesse festeiros, reis e rainhas. Dito e feito. A partir do ano de 1981, a festa de São Benedito do bairro Boa Esperança passou a ser organizada por devotos que, com muita fé, coragem, entusiasmo e dedicação, saem todos os anos, caminhando com a bandeira de São Benedito pelas ruas do bairro Boa Esperança e vizinhos chamando os fiéis para participar da festa e fazer doações.

 

Atualmente, a Festa de São Benedito realizada pela Capela do bairro Boa Esperança ocorre no final de agosto ou início de setembro. São sete dias de festa, antecedidos pelas caminhadas com a bandeira do Santo. Uma época em que a animação, a alegria e o fervor de Edgar Vieira, que deu início a todo esse trabalho, são mantidos e enaltecidos na preparação dessa festa farta, com pratos típicos e churrasco para os fiéis festejarem São Benedito. 

 

Oh! Glorioso São Benedito que pobre e sem letras, guardastes os rebanhos, lavrastes os campos, vos retirastes aos ermos, vos recolhestes ao convento, onde socorrestes os indigentes e enfermos, onde fizestes rigorosas penitências, praticando todas as virtudes, em grau elevado, a ponto de o Altíssimo ter-se dignado operar milagres por vosso intermédio em vida e após vossa santa morte. Oh! Meu excelso protetor São Benedito, sempre humilde e sem outra pretensão do que servir a Deus e ao próximo, por amor a Deus, alcançai-me pela vossa profunda humildade a graça que agora imploro e que necessito para minha eterna salvação. (pausa) Fazei que vosso exemplo despreze a minha vaidade deste mundo, tenha comiseração com o próximo, aspire a sempre maior santidade, tornando-me amigo da cruz e da solidão, afim de que depois de uma morte semelhante a vossa, mereça entrar na bem-aventurada mansão dos justos, e em vossa companhia glorificar por toda a eternidade aquele que, exaltando e enaltecendo os verdadeiros humildes disse: «bem aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus». Amém.

Benedito Santo, de Deus amado. Sede no céu nosso advogado.

Tudo vos pedimos, que nos alcanceis. Favores e graças, que tudo podeis.

Se nos conseguirdes que vos imitemos, na vida e na morte felizes seremos.

 

Equipe

agente pascom

  • Pastoral da Comunicação: Rodolfo Germano
  • Tel.

membros do conselho

  • Coordenadora-Geral: Marchel Adrien
  • Administrador: Roberta De Felice
  • Tesoureiro: George Filgueiras
  • Secretário: Luiz Carlos Siviero

coordenadores de pastorais

  • Pastoral da Catequese: Eunice Drobiallo
  • Pastoral do Dízimo: Péricles Schmidt
  • Pastoral Familiar: João Roberto Marcelino
  • Pastoral Juvenil: Ermete, Glenda e Rafaela
  • Pastoral da Liturgia: Evailza Mendes
  • Pastoral Social: Raimundo Pedroso

contato

DESENVOLVIDO POR: CTV PRODUÇÕES @2018