Cuiabá 300 anos

No dia 08/04/2016, a cidade de Cuiabá/MT estará somando mais um ano de vida em sua história, já é uma jovem senhora de 300 anos. Ela foi descoberta e fundada por bandeirantes, ganhou forma na corrida pelo ouro, que hoje já não existe mais.

A cidade possui muitos títulos no seu curriculum, como: Cidade Verde, Capital do Agronegócio, Capital da Amazônia Meridional, Capital do Pantanal, e muitas outras.

Um pouco de História….

Os primeiros indícios dos bandeirantes paulistas na região onde hoje fica a cidade datam de 1673 e 1682, quando da passagem de Manoel de Campos Bicudo. Ele fundou o primeiro povoado da região, onde o rio Coxipó deságua no Cuiabá, batizado de São Gonçalo Beira-Rio.

Em 1718, chegou ao local, já abandonado, Pascoal Moreira Cabral, em busca de indígenas. Como perderam a batalha, os bandeirantes voltaram e no caminho encontraram ouro, deixando, assim, a captura de índios para se dedicar ao garimpo.

Em 1719, Pascoal Moreira foi eleito, comandante da região de Cuiabá. Em 8 de abril de 1719, Pascoal assinou a ata da fundação de Cuiabá no local conhecido como Forquilha, às margens do Coxipó, de forma a garantir os direitos pela descoberta à Capitania de São Paulo. A notícia da descoberta se espalhou e a imigração para a região tornou-se intensa.

Em outubro de 1722, descobriram às margens do córrego da Prainha grande quantidade de ouro, maior que a encontrada anteriormente na Forquilha. O afluxo de pessoas tornou-se grande e até mesmo a população da Forquilha se mudou para perto deste novo local. Em 1723, já estava erguida a igreja matriz dedicada ao Senhor Bom Jesus de Cuiabá, onde hoje é a Catedral.

Senhor Bom Jesus de Cuiabá, demolida em 1968.

 

Parabéns a nossa querida Cuiabá!!!

Nosso mais profundo obrigado por seu abraço caloroso de mais de 40 graus. 

————————————–

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.