Encontro de noivos tem novas regras

Começa no próximo dia 23 de março o Encontro de preparação para o matrimônio da Paróquia Nossa Senhora da Guia. Algumas mudanças foram implementadas e é bom os interessados em se casar ficarem atentos. O pároco, padre Osvaldo Scotti, já avisa que os noivos devem procurar a igreja com no mínimo seis meses de antecedência à data pretendida do casamento ou não vão conseguir se casar. Haverá dois encontros semanais até a primeira semana de junho. A taxa é R$ 50,00.

O método adotado consiste em formação de grupos de noivos (quatro ou cinco casais) que serão orientados por casais acolhedores, no caso serão dois casais acolhedores para cada grupo de noivos. As reuniões semanais serão feitas na Paróquia mesmo, com duração de no máximo 90 minutos cada. Serão 11 encontros ao todo onde os noivos estudarão a bíblia apoiados por um livro “Matrimônio, encontros de preparação”. Um dos motivos da taxa cobrada na inscrição é o fornecimento desse livro. Segundo a Pastoral Familiar da Paróquia, responsável pelo curso, o livro tem vários exercícios para o casal.

“O objetivo é fazer com que os noivos sejam acolhidos pela igreja. E quem não sabe manusear a bíblia, vai aprender”. A Pastoral também avisa que quem faltar aos encontros terá de repô-los. E o certificado só será concedido após o último encontro. Ou seja, o assunto é sério, as normas são rígidas. Mas o objetivo é que essas pessoas que vão ingressar na vida a dois estejam preparadas não só para essa nova fase, mas também para a vida na igreja.

Uma novidade é que durante a formação haverá uma palestra sobre o método Billings (para regulação da fertilidade). Quer saber mais sobre esse método? É só clicar aqui.

E para fazer inscrição no Encontro de preparação para o matrimônio basta procurar a secretaria da Paróquia em horário comercial. Informações 3627-2980

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.