Paróquia precisa fortalecer três áreas

O visitador oficial do Conesul Atlântico, representante do reitor mor dos Salesianos, Dom Natale, esteve na Paróquia Nossa Senhora da Guia, em Cuiabá, esta semana e passou por várias das 16 comunidades para fazer um relatório sobre como andam os trabalhos na Paróquia. Na terça-feira, dia 2 de abril, ele se reuniu com lideranças e disse que a Paróquia que se pretende salesiana deve preencher três requisitos básicos: Unidade, Catequese e Formação de Leigos.

Segundo Dom Natale, no quesito unidade, é preciso somar forças com outras comunidades salesianas, como por exemplo, o colégio Patronato Santo Antonio, e não ficar somente na Paróquia. “É preciso juntar as forças de toda presença salesiana, inclusive com a Diocese”. Ele citou também o bairro Pedra 90, que tem uma população grande e precisa de maior presença da igreja.

O quesito catequese Dom Natale dividiu em três partes, evangelizar, grupo de jovens e missionalidade. Ou seja, ele frisou que a catequese é a porta de entrada da paróquia, por isso é necessário evangelizar não só as crianças, mas também os pais, fazendo uma catequese familiar. O visitador deixou essa tarefa como uma missão para ser cumprida pela Paróquia Nossa Senhora da Guia.

Dom Natale contou que fez uma experiência nessa área na Argentina, onde esteve recentemente. Em uma Paróquia de lá informou aos pais que em vez de deixarem os filhos na catequese e irem para casa, a partir daquele momento eles também teriam que participar dos encontros. No início estranharam, mas tudo é questão de costume, segundo ele.

Falando dos grupos de jovens, Dom Natale destacou que uma Paróquia não pode se considerar salesiana se não tem crianças, adolescentes e jovens sempre presentes na igreja, principalmente por meio da formação de grupos. “Depois da Crisma, os jovens somem da igreja, os grupos os seguram. A vida se dá no encontro com Jesus Cristo, não faz sentido receber os sacramentos sem continuar na igreja. As pessoas têm de vir à igreja para se encontrar com Jesus”, disse.

E o último item da catequese citado por Dom Natale foi a missionalidade. Significa que a igreja não pode se fechar em si própria, deve ir para a rua, visitar as famílias, trazer as pessoas. Para isso, é claro, são necessários catequistas e missionários.

Na rápida reunião que teve com as lideranças, logo após rezar a missa junto com  o pároco Osvaldo Scotti e os padres Otiles e Gildo, Dom Natale falou do último quesito para as paróquias salesianas, que é a formação de leigos. Conforme ele, precisamos nos formar mais, com destaque no que diz respeito aos documentos da igreja.

Na reunião estava presente a vice-presidente da Adma (Associação de Maria Auxiliadora), Inês Oliveira, que se colocou à disposição para a formação de grupos na paróquia. A Adma foi a terceira instituição criada por Dom Bosco e foi citada por Dom Natale como exemplo de uma comunidade salesiana com a qual a Paróquia deveria se unir.

Geraldo Reis, que faz parte da coordenação da comunidade Nossa Senhora da Guia, elogiou o pároco Osvaldo Scotti e frisou que ele tem uma grande qualidade,  é aberto ao diálogo, é humilde e reconhece quando erra. Também disse que apesar da Paróquia estar caminhando bem, o dízimo precisa ser fortalecido.

Da comunidade São Mateus, José Luiz Marcondes de Lucena, admitiu que falta formação, que esse quesito ainda é fraco, precisa melhorar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.